Projeto Elétrico: Cuidados importantes para sua obra

Eduardo Daldegan
Eduardo Daldegan Publicado em 16 de agosto de 2016

Ter uma construção sem nenhum tipo de problemas é o sonho de todo proprietário. Entretanto, nem sempre é assim, é muito comum uma casa ou uma edificação comercial estar repleta de problemas com as instalações elétricas. Para evitar este tipo de inconveniente nada melhor que um bom projeto elétrico.

Boa parte das pessoas já passaram por alguns desconfortos enquanto utilizavam algum equipamento elétrico, como o chuveiro. A falta de pontos elétricos nos cômodos ou o mal posicionamento destes pontos, também é um grande desconforto para os usuários de uma edificação.

O primeiro passo para evitar este tipo de problema é dimensionar instalações adequadas com a utilização do ambiente. Para isto, é importante contratar um profissional capacitado e habilitado para tal tarefa.

Para pequenas construções com instalações de baixa tensão, o seu projeto elétrico pode ser feito por um Engenheiro Eletricista, Engenheiro Civil, Arquiteto ou por um Técnico em Elétrica.

Agora para projetos maiores é indispensável a contratação de um Engenheiro Eletricista. Todos os outros profissionais, além do Engenheiro Eletricista, possuem limitações de cargas para a elaboração do projeto.

Principais problemas em instalações elétricas

dicas sobre projeto elétricoUma instalação elétrica feita de maneira incorreta pode acarretar em diversos prejuízos aos usuários. Além do desconforto gerado durante a utilização pode até trazer prejuízos econômicos e, pior ainda, prejuízos quanto a segurança das pessoas que utilizam a edificação.

Os principais problemas que ocorrem devido à falta de um bom projeto elétrico e instalações mal executadas são:

1 – Fuga de Corrente:

A fuga de corrente acontece em situações onde os fios não são isolados corrente. Quando a instalação possui o fio terra, esta corrente que escapa é direcionada ao solo.

Mas, nem todas as obras são executadas com fio terra. Neste caso, a corrente fica na carcaça dos equipamentos elétricos, causando pequenos choques elétricos.

2 – Sobrecarga:

A sobrecarga acontece quando os fios existentes em determinado ponto recebem uma corrente elétrica acima da máxima, para qual eles foram dimensionados.

Ou seja, quando ocorre o mal uso de uma tomada. Quando você liga diversos equipamentos elétricos em um único ponto e supera a corrente elétrica limite para aquele circuito.

A sobrecarga pode acontecer quando a instalação elétrica é mal dimensionada, deixando de considerar cargas especiais de equipamentos mais sofisticados e que demandam maior consumo.

3 – Curto-circuito:

O curto-circuito acontece quando há um aquecimento acima do normal dos cabos, prejudicando assim o seu isolamento.

Este aquecimento ocorre quando duas potências são unidas de maneira incorreta, como por exemplo a união de fase e fase. Esta união cria um caminho sem resistência que acarreta o aquecimento dos fios.

4 – Sobretensão:

A sobretensão é uma tensão maior do que a tensão convencional para qual o sistema foi dimensionado.

Pode ser causada por fatores externos, como descargas atmosféricas, ou fatores internos, como curto-circuito, falta de fase e problemas com disjuntores, além de tantos outros problemas.

Cuidados importantes para um Projeto Elétrico seguro

1 – Contrate um profissional capacitado:

O primeiro passo é contratar um profissional capacitado para a execução do seu projeto. É de extrema necessidade que você contrate um profissional que transmita confiança e que possa te trazer segurança com o serviço a ser realizado.

Uma dica é conversar com antigos clientes e conhecer obras que ele já tenha participado. Verifique se existe algum problema com as instalações que o profissional já tenha trabalhado.

2 – Faça um estudo criterioso dos equipamentos da edificação:

É importante que seja feito um estudo criterioso dos equipamentos elétricos que serão instalados na edificação. Alguns equipamentos necessitam de circuitos independentes e potências específicas.

Tome sempre cuidado com chuveiros, lavadoras de louça, torneiras elétricas e ar condicionado. Para evitar qualquer tipo de problema, é importante que os circuitos destes equipamentos sejam corretamente dimensionados.

3 – Preveja possibilidade de ampliação:

É muito comum em reformas de edificação o proprietário ter dificuldades em ampliar a carga de utilização sem fazer grandes mudanças nas instalações elétricas.

A dica é já prever em projeto, durante o dimensionamento dos quadros e circuitos, a possibilidade de futuras ampliações.

4 – Separe o circuito de iluminação:

Outro ponto importante é separar o circuito de iluminação do circuito das tomadas e equipamentos específicos.

Além de gerar segurança vai trazer um conforto maior na hora de fazer alguma manutenção em determinado ponto de energia. Como por exemplo, pode trocar o chuveiro com a luz acesa.

5 – Identifique os fios por cor:

A identificação dos tipos de fio por cor irá facilitar e muito futuras manutenções. Para isso, é só separar uma cor para cada tipo de fio, para a fase, o neutro e o terra.

6 – Utilize conduítes específicos:

Vale a pena separar a instalação elétrica das instalações telefônicas, de TV a cabo e de Internet.

Utilize um conduíte específico para suas instalações elétricas e evite problemas futuros durante uma manutenção ou ampliação da sua edificação.

Considerações Finais

Um bom projeto elétrico será essencial para uma construção de qualidade. Por isso, não tenha dúvidas em contratar um bom profissional e colaborar com este profissional para que tudo seja feito com segurança e economia.

Ainda ficou com alguma dúvida ou quer colaborar com o conteúdo, deixe um comentário. Compartilhe com seus amigos este conteúdo, você pode ajudar alguém que está precisando.

Forte abraço.

Quer citar este artigo em seu trabalho? Utilize o modelo abaixo:

Daldegan, Eduardo. Projeto Elétrico: Cuidados importantes para sua obra. Engenharia Concreta, 2016. Disponível em: https://www.engenhariaconcreta.com/projeto-eletrico-cuidados-importantes-para-sua-obra/. Acesso em: 23 de julho de 2018.

Copiado!