Vale à pena fazer um curso de orçamento de obras?

Eduardo Daldegan
Eduardo Daldegan Publicado em 7 de outubro de 2017

A área de orçamento e planejamento exige do profissional conhecimentos multidisciplinares e, na maioria dos casos, o profissional não sai da universidade pronto para atuar no mercado. Neste artigo você vamos responder se realmente vale à pena investir em um curso de orçamento de obras.

É certo que todo tipo de conhecimento é válido e importante para a formação de um bom profissional, mas a decisão em fazer um curso exigirá do engenheiro um bom investimento financeiro e principalmente tempo.

Escolher o curso inadequado ou então iniciar um curso apenas por empolgação pode fazer com que o profissional se decepcione com o curso ou então não consiga tirar o melhor proveito do conteúdo que está sendo ministrado.

O desafio então é maior do que responder se vale à pena ou não participar de um curso de orçamento de obra, é definir qual a melhor opção dos diversos cursos que são encontrados no mercado e se você está preparado para o curso que escolheu.

Afinal, vale à pena fazer um curso de orçamento de obras?

É claro que vale à pena investir em um bom curso de orçamento, desde que você escolha bem o curso ideal para você. Ou seja, condizente com o seu conhecimento atual e também com sua disponibilidade de tempo. Veja a seguir dicas que são especiais para quem quer escolher um curso nesta área.

1 – Avalie o seu conhecimento sobre o assunto:

dicas sobre curso de orçamento de obrasO primeiro passo é avaliar seu conhecimento sobre o assunto. O que você sabe sobre orçamento e planejamento de obras?

Seja realista e entenda que você precisa escolher um curso compatível com o conhecimento que você já possui.

Por exemplo, caso seu conhecimento seja bem básico então você deve evitar cursos de aprimoramento muito específicos, pois é possível que você não aproveite todo o conteúdo que estará sendo ministrado. Você não terá conhecimentos básicos que dão suporte ao conteúdo específico ministrado no curso.

Também pode ocorrer o contrário. Caso você tenha um certo conhecimento na área é interessante que você evite cursos muito básicos, pois você terá que dedicar muito tempo e agregará pouco conhecimento e experiência.

O desafio então é reconhecer em que ponto vocês estão e também o que cada curso oferece. Conciliar estes dois critérios é fundamental para fazer qualquer curso de orçamento de obras realmente valer à pena.

2 – Encontre um curso que esteja de acordo com sua realidade:

Outro ponto importante a ser avaliado é a sua disponibilidade. A sua disponibilidade de tempo e sua disponibilidade financeira.

É interessante encontrar um curso que se adeque à sua realidade. Cada pessoa possui uma rotina e as instituições de ensino tem se esforçado nos últimos anos para oferecer cursos mais flexíveis.

É possível encontrar cursos com aulas à noite, cursos aos fins de semana, cursos com uma aula por mês, ou então cursos online que não exigem a presença do aluno.

Ficar atento a este detalhe é fundamental para que você não perca as aulas ou então deixe de desenvolver as atividades que são exigidas pelo curso. Aproveitar todo conteúdo oferecido pelo curso é de suma importância para que ao final você tenha conhecimentos adequados para desempenhar seu papel.

3 – Esforce-se por conhecer as diversas disciplinas que envolvem uma obra:

Como falado no início deste artigo o profissional que quer atuar na área de orçamento de obras precisa ter conhecimentos multidisciplinares.

É fundamental conhecer o dia a dia de uma obra e como são executados os diversos serviços. Afinal, construir uma estrutura de preço para algo que não se conhece é quase impossível, mesmo com o auxílio das inúmeras tabelas e softwares disponíveis no mercado.

Também é importante que este profissional tenha bons conhecimentos de leitura e interpretação de projetos de engenharia, pois todo orçamento é desenvolvido com base nos projetos.

Um profissional desta área poderá sempre ser desafiado por novos projetos, novas situações de obra e novas legislações. Ter interesse por diversas áreas da engenharia ajudará este profissional a desempenhar bem seu papel e ter sucesso na sua carreira.

4 – Não invista apenas na teoria, a prática é fundamental:

Além do que já foi dito até aqui é necessário ressaltar que a teoria não é suficiente para preparar um profissional para o mercado. Ou seja, fazer um curso é muito bom, mas é essencial praticar o que está sendo estudado.

Por isso, o melhor a fazer é tentar encontrar um emprego nesta área, junto de profissionais experientes e capacitados. Assim, você poderá aliar o conhecimento adquirido no seu curso de orçamento de obras com a experiência do dia a dia.

Ter um bom profissional ao seu lado irá potencializar seu conhecimento, pois ele tem tudo para te mostrar detalhes que somente anos de vivência profissional podem proporcionar.

Entretanto, o que acontece com muitos profissionais é acreditar que ao finalizar o curso estão prontos para desempenhar esta função e acabam não encontrando as oportunidades que tanto desejam ou não desempenhando um bom papel profissional.

5 – Não pare de atualizar e aprimorar seu conhecimento:

Por fim é válido dizer que apesar de todo conhecimento adquirido em um bom curso deve continuar sua formação profissional continuamente.

Ou seja, o aprimoramento profissional é importante independentemente do seu nível de atuação profissional. Sempre é possível aprender um pouco mais.

É importante estar atento às mudanças que acontecem na legislação brasileira, nas novas técnicas construtivas e materiais que podem surgir a todo instante, além dos softwares e ferramentas que podem transformar os rumos de qualquer profissão.

Estar antenado a tudo isso é fundamental para que você não pare no tempo e continue sendo um profissional capacitado e competitivo no mercado.

Finalizando

Como dito acima, é compensativo sim investir em um curso de orçamento de obras, desde que você escolha bem o curso que você pretende fazer e também esteja atento às outras exigências que esta área da engenharia possui.

Boa sorte para você nesta empreitada! Compartilhe este artigo com outros profissionais que também tem interesse em participar de bons cursos, mas ainda não se decidiram.

Quer citar este artigo em seu trabalho? Utilize o modelo abaixo:

Daldegan, Eduardo. Vale à pena fazer um curso de orçamento de obras?. Engenharia Concreta, 2017. Disponível em: https://www.engenhariaconcreta.com/vale-a-pena-fazer-um-curso-de-orcamento-de-obras/. Acesso em: 23 de julho de 2018.

Copiado!